segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

A Asa Direita.

Direita e esquerda são termos que tiveram origem na Revolução Francesa, quando o rei absolutista convocou os estados gerais para uma assembleia. Aqueles que eram favoráveis à conservação do poder absoluto do rei e dos privilégios da nobreza ficavam à direita do rei, enquanto que aqueles que queriam a derrubada do poder absoluto e dos privilégios da nobreza sentavam-se à esquerda. Os termos são usados para identificar ideologias políticas e sistemas econômicos.

A esquerda visa a intervenção do governo na economia e na vida social, buscando o ideal igualitário, este, acima de qualquer consideração moral ou cultural, buscando este ideal a todo custo, mesmo que seja necessária uma mudança brusca e radical na sociedade. 

Já a direita, visa a liberdade de mercado e defende a liberdade individual, considerando que a liberdade seja mais necessária que a igualdade (admitindo os inevitáveis contrastes que emergem do processo); além de colocar os valores morais, culturais e religiosos acima de qualquer reforma na sociedade.

A existência e um confronto aberto, limpo e justo (sem qualquer intervenção, ou apoio de um órgão secundário, como a mídia) de uma direita e de uma esquerda, sempre proporcionará o crescimento da nação. No Brasil por exemplo, veremos que, partindo dos termos conceituais e ideológicos citados anteriormente, não há direita em nosso país. Devemos esclarecer que, no atual cenário político brasileiro, há uma uniformidade ideológica tão incontestável, tão monótona que chega a ser patética. 

Desde o fim do Regime Militar (1964-1985) o país é governado pela esquerda. E aqueles que não são de esquerda, pensam somente em colocar a mão no dinheiro do povo (obviamente, também há políticos de esquerda e de direita, que querem fazer o mesmo). Também é evidente que surgem figuras “patológicas” nesse cenário uniforme (como Enéas Carneiro, ou atualmente a família Bolsonaro), não serão somente essas figuras que irão equilibrar o “jogo”, mas abrem espaço para grande parte da expansão ideológica.
Nosso país vive em uma miséria cultural e econômica, devido a falta de uma oposição verdadeira e a consequente concorrência política (esta, evitada e alvejada pela atual esquerda brasileira). Então:

"Não estou dizendo que quando um partido de direita chegar ao poder, tudo vai melhorar e teremos um Brasil-potência, pois não acredito em Messias político. Estou dizendo que, apenas com a alternância do poder (não apenas nas caras, mas nas ideias também) iremos conseguir sair dessa situação e nos tornaremos (um dia!) um país de primeiro mundo." - João Perez

Já terminando, citamos um exemplo extraído de um discurso do republicano Ben Carson no National Prayer Breakfast de 2013:
“O símbolo desta nação é a águia-careca [...] E afinal, por que esta águia consegue voar tão alto? Por que ela tem duas asas, a asa direita e a asa esquerda.”
Há muitos animais que poderiam simbolizar o Brasil, mas nesse caso a arara se adapta melhor. A nossa Arara não consegue voar tão alto assim, consegue no máximo planar alguns segundos para depois voltar e se esparramar no chão. Há muitos motivos para isso, mas o principal é evidente: a Arara brasileira, não tem asa direita.
Por: João Perez 

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

domingo, 22 de dezembro de 2013

A “contabilidade criativa” e seu impacto na Política Fiscal Brasileira

Parte II

Após o anuncio do déficit nas contas públicas, divulgado em setembro, o mercado financeiro reagiu de forma negativa à política fiscal adotada pelo atual governo e Arno Augustin (Secretário do Tesouro Nacional) apenas disse que tudo não se trata de um ataque especulativo. Mas antes mesmo desse resultado ser divulgado o FMI já havia alertado para a necessidade de mudanças na política fiscal brasileira. Ainda que um resumo, o texto é um dos mais contundentes do FMI nos últimos anos sobre a política fiscal. Ainda que cuidadoso ele cita a preocupação com as manobras fiscais, recentemente realizadas pelo governo brasileiro, com ativos de empresas e bancos estatais como a Petrobras e Caixa Econômica Federal, e com relação aos empréstimos ao BNDES. Nele há o reconhecimento que o Brasil vem sendo afetado pela situação externa, mas que a confiança do investidor vem sendo afetada pelas incertezas das políticas adotadas pelo governo e que uma política fiscal mais rígida pode auxiliar a médio prazo na demanda focada em consumo. O fato é que os gastos públicos estão muito elevados o que dificulta o cumprimento da meta de superávit. Para quem não sabe o superávit primário representa a economia para o pagamento de juros da dívida pública e é visto pelo mercado como um termômetro da seriedade dos governos na contenção de gastos e administração das contas públicas. No acumulado deste ano, até outubro, o superávit primário nas contas do governo somou R$ 33,43 bilhões, com queda de 48,2% frente ao mesmo período de 2012 (R$ 64,53 bilhões). Com a entrada de aproximadamente R$ 35 bilhões relativos às novas modalidades do Refis (programa de parcelamento especial de tributos devidos pelas empresas ao governo) e do bônus do campo de Libra, o esforço fiscal subiria para R$ 68,43 bilhões neste ano. A meta inicial era de R$ 155,9 bilhões para este ano. Muitos atribuem a queda na economia para o pagamento da dívida pública, ao fato de o governo desde 2008 adotar uma política fiscal basicamente anticíclica, fomentando a economia através do corte de tributos sobre setores considerados estratégicos (como ocorreu com os eletrodomésticos e a cesta básica), mas o fato é que essas medidas pouco tem realmente efeito sobre a arrecadação de impostos já que desde Julho deste ano ela vêm apresentando sucessivamente valores recordes. E este ano a arrecadação de impostos já subiu cerca de 2% em relação ao ano passado. Para fomentar novamente a economia o país precisa reduzir o custo do trabalho, revendo a política de valorização do salário mínimo e realizando reformas que flexibilizem o mercado, diminuir o custo tributário e da burocracia, realizar reforma da Previdência e resgatar a credibilidade da política econômica, um dos cernes do abalo recente da confiança de investidores no Brasil, reduzir a expansão da demanda (consumo), ainda muito favorecida pela situação de pleno emprego, os aumentos reais de renda (incluindo salário mínimo), o crédito farto dos bancos públicos e os estímulos à economia.
Por: Dimitria Argollo 

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Quanto mais leis mais injustiça existe.

Ranking da organização Transparência Internacional sobre o nível de corrupção no mundo 
(do menos corrupto para o mais corrupto):

1°- Dinamarca (monarquia constitucional parlamentarista)
2°-Finlandia (república parlamentarista/presidencialista)
3°- Nova Zelândia (Monarquia Parlamentarista)
4º- Suécia (Monarquia Parlamentarista)
5°- Singapura (República Parlamentarista)
6°- Suíça (República Federal Parlamentar)
7°- Austrália (Monarquia Parlamentarista )
8°- Noruega (Monarquia Parlamentarista)
9°- Canadá (Monarquia Parlamentarista)
10°- Holanda (Monarquia Constitucional )

Entre os 10 mais honestos, 7 monarquias.

Agora os 10 mais corruptos:

1º- Somália ( República Presidencialista )
2°- Coréia do Norte (República Presidencialista )
3°- Afeganistão (República Presidencialista )
4°- Sudão (República Presidencialista )
5°- Myanmar (República Presidencialista )
6°- Uzbequistão (República Presidencialista )
7°- Turcomenistão (República Presidencialista )
8°- Iraque (República Parlamentarista )
9°- Venezuela (República Presidencialista )
10°- Haiti ( República Semipresidencialista )

100% Repúblicas. E não é coincidência é apenas tendência.
 
 Meu professor de direito constitucional na época já dizia que quanto mais leis mais injustiça existe. Se um Estado assume essa forma monstruosa como o nosso apenas favorece a venda de facilidades (corrupção). Acredito que o Estado pode ser forte e enxuto. O nosso é fraco e paquidérmico, haja visto que constantemente é chantageado por conta do seu tamanho e excesso de regulamentações. O Estado deve ser mínimo e se aplicar em áreas estratégicas, como educação, saúde e segurança pública e militar. As demais atividades devem ser incentivadas a iniciativa privada. Estados gigantescos e principalmente de orientação marxista estão, invariavelmente entre os mais corruptos e ineficientes. O peso desse colosso enferrujado recai apenas sobre o povo e o pequeno empresariado. Por: Gustavo Müller


Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

A “contabilidade criativa” e seu impacto na Política Fiscal Brasileira

Parte I


A situação fiscal do Brasil preocupa desde Analistas Nacionais até Investidores Estrangeiros, não é de hoje, isso é culpa da tríade Gleisi Helena Hoffmann (Ministra da Casa Civil), Guido Mantega (Ministro da Fazenda) e Arno Augustin (Secretário do Tesouro Nacional).
Que oportunamente vem acusando a imprensa de perseguição e terrorismo e isso vem gerando um ataque especulativo em relação ao recente Déficit Público, é meus caros amigos é a escola Lula Fazendo História, é tudo culpa da imprensa manipuladora.
Bom, para explicar melhor esse tema pretendo dividi-lo a em dois artigos o primeiro A cerca das Manobras da Contabilidade Criativa do nosso atual Governo e o Segundo sobre a Política Fiscal Adotada.
Para falar da Contabilidade Criativa terei que apresentar o seu ilustre criador, o temido por sua inteligência do mal, Arno Augustin. Militante Radical do PT é considerado um dos braços fortes do governo Lula-Dilma e está há 6 anos como Secretário do Tesouro Nacional, mas só teve seus poderes ampliados pelo governo Dilma em 2012 e desde então vem aterrorizando os especialistas em política fiscal.
Sua primeira notória manobra ocorreu em 2010, quando ele realizou uma operação de pura engenharia fiscal entre a Petrobras e a União, a manobra ocorreu trocando em miúdos dessa forma: A Petrobras (até então responsável pela retirada do petróleo no pré-sal) realizou uma compra de parte do Petróleo que viria a ser extraído do pré-sal (que até então pertencia a União), logo após houve a aplicação de recursos do governo na compra de ações da Petrobrás. A soma dessas operações gerou teoricamente uma sobra de 32 bilhões, que entrou nas contas públicas como “receita de concessão” e transformou o até então Déficit em Superávit, como num passe de mágica.
Já no ano passado ele realizou uma operação de Triangulação Financeira entre o BNDES, Caixa Econômica Federal e o Fundo Soberano Brasileiro(FSB), que engordou o Caixa do Tesouro em 19,4 Bilhões de reais.
Tudo começou no BNDES que comprou ações da Petrobras que estavam no FFIE (Fundo Fiscal de Investimentos e Estabilização) - onde estavam aplicados os recursos do FSB. O Tesouro resgatou, em 31 de dezembro de 2012, R$ 12,4 bilhões do FFIE, a operação consumiu quase todos os recursos da FFIE, diminuindo assim seu patrimônio. O BNDES pagou ao FFIE com títulos públicos, o Tesouro transformou esses papéis em dinheiro, no valor total de R$ 8,84 bilhões, ao fazer isso os recursos foram contabilizados como caixa do governo, engordando as contas públicas.
O BNDES também antecipou mais R$ 2,31 bilhões em dividendos à União. Ao mesmo tempo, o governo reforçou o caixa do banco, antecipando a liberação da última parcela - de R$ 15 bilhões - de um empréstimo de R$ 45 bilhões do Tesouro. Esse dinheiro só seria liberado em 2013.
A Caixa completou as manobras, com antecipação do pagamento de dividendos no valor de R$ 4,6 bilhões, a União. O banco, que registrou lucro de R$ 4,1 bilhões até setembro, pagou volume recorde de R$ 7,7 bilhões de dividendos à União em 2012. Para compensar, o governo aumentou o capital da Caixa em R$ 5,4 bilhões, com ações da Petrobrás.
O governo recorreu às manobras, mesmo depois de ter usado outro expediente polêmico: o abatimento dos gastos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da meta fiscal. Mesmo com o desconto dos R$ 32 bilhões do PAC, faltavam ainda cerca de R$ 20 bilhões para cumprir a meta de 2012.
Bom ai você me pergunta, “Aonde você que chegar com isso Dimitria?”, minha resposta é além de fazer com que você que esteja lendo esse texto passe há compreender um pouco mais sobre a política econômica do seu País, eu quero que você perceba a importância que todas essas manobras têm para o atual descrédito dos Investidores Internacionais no nosso País, deixe-me ser mais clara acerca desse ponto:
Ao realizar esse tipo de “Contabilidade Criativa” o governo joga em total descrédito o seu Superávit como indicador de Política Fiscal, além disso, ficou difícil fazer qualquer avaliação sobre a qualidade do Resultado o que pode gerar influência negativa sobre as contas públicas nos próximos anos, o mercado financeiro não reage bem a essas manobras, já que não sabe exatamente como está sendo formulada e executada a Política Fiscal Brasileira.
Por: Dimitria Argolo


Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Pois é, que país é esse?

 Assistindo e lendo a algumas manifestações de ira de membros dessa esquerda iluminada que pretende instalar uma democracia tropical no Brasil, me faz tecer algumas considerações. Afinal, qual o motivo de tanta raiva? Será que é apenas por ter os seus líderes presos? Ou será por um sentimento de desilusão ante o fato de terem se entregado com tanto fervor a uma causa natimorta? Será que a desilusão assume a forma de raiva por terem se comportado como inocentes e idiotas úteis nas mãos desses bandidos travestidos de homens públicos? Seja como for, são manifestações que beiram o ridículo e a histeria. Acusar o Ministro Joaquim Barbosa de agir por vingança, de esconder partes do processo, ou é burrice ou dislexia. O ministro foi indicado pelo então Presidente da República, Sr. Lula. Foi relator de um processo em que o indiciamento se deu pela Procuradoria Geral da República e tendo sido investigado pela Polícia Federal. Como se isso tudo não adiantasse, o processo ainda teve a correlatoria do Sr. Lewandowski, notório defensor dos réus. E ainda todo analisado pelo Sr. Dias Toffoli. Apenas um empregado de longa data do detento José Dirceu. A histeria dos Petistomaníacos é tanta, que gritam aos quatro ventos os supostos crimes do PSDB, da Rede Globo, as "privatarias"; como se eles próprios, governo que são, não tivessem meios para usar o Estado para apurar tais crimes. Ora, se existem todos esses ilícitos, que sejam apurados. Que a Polícia Federal investigue e a Procuradoria Geral da União ofereça denúncia. Por quê isso nunca foi feito? Medo de uma retaliação política em um país que não tem oposição? Por quê a tal dívida bilionária da Rede Globo não foi executada, quando a renovação da concessão foi deferida durante o governo Lula? Há uma certa ingenuidade (ou malícia) burra nessa esquerda festiva intelectual de botequim. Crime é crime! Não importa a cor, a ideologia ou os motivos. O crime tem apenas o seu fétido odor em comum. O Brasil assistiu a um episódio inédito de promoção de JUSTIÇA. Esses bandidos tinham que ter sido condenados a penas maiores e eternas (Sei que isso não é possível) e os demais acusados que sejam processados e punidos. É isso que esperamos, é isso que o Brasil quer.
Por: Gustavo Müller 

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

ECOLOGIA X CRESCIMENTO POPULACIONAL

Thomas Malthus, precursor da ideia de que o planeta não suportaria o crescimento populacional recente, previa que no ano de 1890 a comida do mundo acabaria. Depois, na década de 60, a ONU pregava que isso ocorreria já no fim da década de 70. Acontece que o mundo nunca produziu (e desperdiçou) tanto alimento quanto hoje, meio século após os alardes da ONU e ainda mais distante da especulação de Malthus.

É fácil perceber que essa história de superpopulação mundial é uma farsa, com o objetivo de sustentar ideologias de ecologistas e ONGs que militam exageradamente por uma super proteção ambientalista alarmista, fazendo com que o homem sirva a natureza e não o contrário. Basta fazermos uma viagem de avião e olharmos pela janelinha para termos uma pequena noção de o quão desabitado está o nosso país e também os outros, tendo abundância de terras férteis e/ou não cultiváveis, o que demonstra que a tal superpopulação mundial não passa de um mito.
 

Se juntarmos toda a população do mundo em uma única multidão, caberemos todos no Distrito Federal, e de uma forma nem tão apertada, se compararmos com um show de rock, uma missa campal ou o transporte público urbano. Cabe em uma medida de 0,85m² por pessoa, dados da Wolfran Alpha:


 Mas não é cômodo colocar toda a humanidade da terra em uma única multidão, seria melhor pensar em uma metragem quadrada mais cômoda, ou seja, vamos pensar em 86m² por pessoa (maior que muitos apartamentos brasileiros). Assim conseguiríamos acomodar a humanidade no estado de Minas Gerais, dando uma moradia de 86m² por habitante. 


Considerando que os dados de densidade demográfica mencionados acima são baseados em moradias horizontais, imagina aplicando o cálculo em moradias verticais (prédios).

Toda vez que pensamos em crescimento populacional, nosso senso comum logo imagina a produção alimentícia para sustento do mesmo, senso esse que é induzido pela fome que ainda existe no mundo, mas que sempre existiu por toda a história. Será que a fome é necessariamente devido à falta de produção de alimento? Há fome no mundo, sempre houve, e as causas são muito complexas para dar um parecer, mas uma população ainda mais numerosa não é uma dessas causas. Guerras, pobreza, renda per capta baixa, ganância e o 'ecologismo' concorrem para a fome mais do que o crescimento populacional. Estamos diante da força ideológica de ecologistas trabalhando por uma engenharia social, e governos ditando indiretamente um controle de natalidade, com raízes pró socialistas. Com esses argumentos é fácil perceber que o movimento ecológico atual tem raízes radicais e que vai se estabelecendo pouco a pouco, com um arsenal ideológico anticapitalista, visando controlar o crescimento e o desenvolvimento econômico. Se analisarmos cuidadosamente a visão ecológica que vem sendo aplicada, perceberemos que estão infiltrando um verdadeiro cavalo de Troia contra o desenvolvimento econômico e o sustento da vida humana na terra. Seria para a manutenção do poder?

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

A Teologia da Esquerdação

Todo o ser humano anseia por liberdade, principalmente aqueles que se sentem oprimidos por algo. Vendo esta realidade, alguns comunistas resolveram usar da Igreja Católica, para destrui-la. Mas porque isto? -
A diferença entre uma mente esquerda e uma direita é que a Direita não quer escravizar, e a esquerda sim, seja mediante assistencialismo ou por armas de fogo. Querem dominar para terem total poder em suas mãos, a ponto de nos dizer o que comer, o que vestir, quanto de água gastar, quanto papel higiênico usar!

Mas para conseguir isso, o movimento esquerdista precisa de pessoas nervosas, de pessoas revoltadas, mas principalmente de pessoas relativizadas. E aqui quero enfatizar o aspecto do Relativismo pois ele é o culpado pelo estado inerte das pessoas diante de tantas afrontas a olho nu.

A pergunta é: Como relativizar milhões de Cristãos (católicos)? Como relativizar pessoas que tem uma fé “pétrea”?
Dois passos para relativizar todo um povo cristão:

  1. Infiltração
  2. Tomada de consciências
A Infiltração se dá logo após o Concilio Vaticano II, onde Comunistas faziam avaliações psicológicas em seminários, admitindo preferencialmente homossexuais. Pessoas psicologicamente abaladas são mais fáceis de ludibriar.
Então uma Teologia que em princípio é boa, passa á ser tomada para perverter a fé, estamos falando aqui da Teologia da Libertação, que em primeira análise buscaria aspectos da Libertação do homem para o mundo e libertação do pecado. Porem o discurso muda. Começa então o processo de tomada de consciência. Dizem eles: - Libertemo-nos das opressões da sociedade, etc.
Pronto, está lançada a lente pela qual o Cristão vítima desta Teologia passa a enxergar, tudo tem sentido terreno e temporal . Esvazia-se o sagrado. Os milagres de jesus passam à ser obras revolucionárias, a cura de um leproso passa a ser “inclusão social”, a multiplicação dos pães passa a ser “uma partilha fraternal". O Escândalo no Templo de Jerusalém passa a ser “o Jesus anticapitalista”.

Já temos aqui todos os ingredientes para formar Cristãos inertes, pois no momento em que o Sagrado se esvair, tudo vale, tudo é bonito, tanto faz Buda ,Gaia, Shiva todos são o mesmo deus.
O Próximo passo é entregar o Ouro na mão do primeiro Messias palpável e mundano que aparecer! Uma vez que o Meu Deus passa a ser algo relativo, busco deuses temporais. Fica fácil! Apresente o Paraíso aqui na terra e o homem aceita, acredita, e idolatra!

Esquema :
1- Cristão bem fundamentado
2- Padres psicologicamente fracos
3- Inserção de uma Teologia que no primeiro momento apresenta propostas boas
4- Transformar as Ideias espirituais em ideias sociais
5- Transformar Jesus em um socialista
6- O Cristão fica relativizado
7- A busca natural pelo sagrado é investida em pseudo sagrados
8- Um Messias aparece com propostas de um paraíso temporal.

Por: Douglas Manoel

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

terça-feira, 12 de novembro de 2013

MST e a Constituição.

Segue abaixo Art. 5º da Constituição Federal:

"Art. 5º - Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
XXII - é garantido o direito de propriedade."

Pois então, se o direito à propriedade está escrito em nossa Constituição e se somente ele pode ser vencido pela intervenção do governo nos dois casos acima descritos, como podemos defender um movimento ilegal, que fere a Constituição, em alguns casos armados, que invadem e tiram à força propriedades particulares?

O MST ganhou força total durante o governo Lula (PT), quando foi encorajado a tomar atitudes que o tal não tinha coragem de tomar em defesa da função social da propriedade. Lula então colocou na linha de frente, para fazer seu trabalho, a esquerda revolucionária, esta disposta a brigar e até matar para tomar o que foi induzida a achar que era seu.


É óbvio que somos a favor da divisão de terras e da desapropriação de propriedades que não produzem adequadamente, que não cumprem a função social recomendada na Constituição (Reforma Agrária). Mas defendemos a ideia de que isto seja administrado da forma correta, com a desapropriação e o efetivo pagamento de uma justa indenização. Além disso, só os governos federal, estadual e municipal devem ter a vantagem de tomar a iniciativa. Jamais um movimento privado sem qualquer respaldo legal.

O MST é um movimento político que apenas ganhou terras, cotas em universidades federais, páginas na internet e, por estar implantado no conceito de movimento social e de não possuir um registro adequadamente legal como outras representações sociais como ONGS e associações, ainda é a "compra de votos" mais vergonhosa e manipuladora que existe no Brasil. Defendem um limite para todas as propriedades rurais de acordo com a escala de produção, isto é, propõe uma legislação que fere o direito constitucional à propriedade, sem limites, desde que seja obedecida a sua função social.

O MST deve ser obrigado a ter um registro legal, como qualquer outra representação social. Deve ter a obrigação fiscal de prestar conta dos recursos recebidos pelo Incra e pelo governo federal, sem qualquer apoio político/jurídico, e de comprovar a utilização dos mesmos. Em 2009, o presidente do STF, órgão máximo do judiciário brasileiro, Gilmar Mendes, criticou rigidamente a política de repasses governamentais em benefício ao MST, que, segundo o nosso querido ministro, financiariam as invasões dos integrantes a terras produtivas. Logo após a critica, o Tribunal de Contas da União verificou e comprovou que um repasse para educação de 7,3 milhões de reais com destino à ANCA (Associação Nacional de Cooperação Agrícola), durante os anos de 2003 e 2004 foram rapidamente repassados e distribuídos a secretarias regionais do MST em 23 estados diferentes. Sem contar que a direção do MST deveria de fato estar sujeita a um processo, julgamento e condenada à prisão pelos quebra-quebras, invasões e até lutas armadas com homens contratados para defender grandes propriedades.
Mas o que vemos são governos oportunistas, marxistas, covardes, manipuladores que colocam pessoas dispostas a qualquer coisa por um pedaço de terra à frente de uma luta desigual, instalando uma anarquia no país.

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

É esse o tipo de alienação...

....Que mais vemos

Durante esses dias, foi publicado em uma rede social o "desabafo" de uma mãe, com relação ao seu filho portador de uma deficiência, que este ano repetiria na escola regular, por motivo mesquinho.


Segue abaixo o desabafo desta mãe:

"BOA TARDE A TODOS ! GALERA, PASMEM, VIRA E MEXE EU OUÇO COMENTÁRIOS QUE VÃO FECHAR A APAE. VENHO INFORMAR QUE SOU TOTALMENTE CONTRA.  NÃO SÓ POR TER UM FILHO ESPECIAL FREQUENTANDO 2 VEZES NA SEMANA ESSA INSTITUIÇÃO, MAS PRINCIPALMENTE PORQUE NESTES 12 ANOS E SEIS MESES QUE FREQUENTO, POSSO AFIRMAR COM CERTEZA QUE LÁ SEMPRE PUDE CONTAR COM ATENDIMENTOS ATENCIOSOS POR PARTE DE TODOS E PRINCIPALMENTE DOS PROFISSIONAIS DE TERAPIAS E ESCOLA, TOMANDO A LIBERDADE DE ATÉ CITAR E AGRADECER AOS QUE EU PUDE TER O PRAZER DE CONVIVER DURANTE TANTOS ANOS ; FISIOTERAPEUTAS,  FONOAUDIÓLOGAS, ASSISTENTE SOCIAL, PROFESSORES, ETC... PODENDO TAMBÉM CONTAR COM GRANDE APOIO DA DIRETORA, TODOS PROFISSIONAIS QUE SEMPRE NOS DERAM MUITO INCENTIVO PRA CONTINUAR LUTANDO SEMPRE. É UMA PENA QUE EU NÃO POSSA ELOGIAR A ESCOLA REGULAR QUE MEU FILHO FREQUENTA, QUE MESMO SABENDO DAS LIMITAÇÕES DELE, EU FIQUEI MUITO CHATEADA PORQUE A DIRETORA ME DISSE QUE PODE SER QUE REPROVEM ELE ESTE ANO, ALEGANDO QUE ELE NÃO ESTA PREPARADO PRO SEXTO ANO, FICO IMAGINADO: SERÁ PORQUE ELE NÃO CONSEGUE COPIAR AS MATÉRIAS? É UMA PENA PORQUE, QUE ELE NÃO CONSIGA COPIAR TODA A MATÉRIA ISSO TODOS ESTAMOS CARECAS DE SABER , MAS VALE A PENA LEMBRAR QUE POR ELE TER TIDO PARALISIA CEREBRAL AO NASCER, ELE FICOU COM SEQUELAS E COMPROMETIMENTO DO LADO ESQUERDO, MAS TEMOS UMA GRANDE VITÓRIA, ELE CONSEGUE COPIAR UM TEXTO DO QUADRO E ELE ESCREVE COM A MÃO ESQUERDA, O QUE MUITA GENTE IGNORA É QUE ELE SENTE DOR E NÃO CONSEGUE COPIAR A MATÉRIA TODA, NO ANO PASSADO EU CHEGUEI A COMENTAR QUE EU PODERIA COPIAR A MATÉRIA PRA ELE, MAS ME DISSERAM QUE NÃO PODIA. TUDO BEM, MAS ALEGARAM QUE PODERIAM ESTAR DANDO UM POUCO DA MATÉRIA IMPRIMIDA, O QUE FICOU SÓ NO PODERÍAMOS. NÃO CULPO AS PROFESSORAS DE MANEIRA ALGUMA, ELAS JÁ TEM UMA CLASSE INTEIRA PRA DAR ATENÇÃO, EU SÓ FICO ME PERGUNTANDO O QUE FOI FEITO COM A LEI DA INCLUSÃO AQUI NA MINHA CIDADE? MAS O QUE JÁ ME DISSERAM É QUE AQUI NÃO TEM PROFESSOR CAPACITADO, AÍ EU ME PERGUNTO QUANDO É QUE VAMOS TER UM POUQUINHO DE RESPEITO POR NOSSAS CRIANÇAS ESPECIAIS? HOJE GRAÇAS A DEUS ELE ESTA CONSEGUINDO LER, TEM O COMPROMETIMENTO DA FALA QUE ATRAPALHA UM POUCO, MAS TEM ALUNOS NO QUINTO ANO QUE LÊ IGUAL OU PIOR QUE ELE, AGRADEÇO A UMAS PROFESSORAS EM ESPECIAL QUE DESDE O ANO PASSADO,SE EMPENHARAM E AJUDARAM MUITO. AGORA O QUE EU TENHO A DIZER A VCS DA DIREÇÃO DA ESCOLA É SIMPLES, QUEREM REPROVAR, REPROVEM, MAS SAIBAM QUE NÃO ACEITAREI NUMA BOA. DESCULPEM GENTE, MAS FOI UM DESABAFO!"
O texto foi adaptado para preservar a integridade da escola e de seus funcionários.

Numa entrevista a mãe desabafa mais uma vez:


Tábata Marques: O que pensa sobre o fechamento das Apaes?
Mãe: Pois é, todo ano eu ouço comentário que vão fechar a APAE. Eu fico imaginando o que será de nossas crianças especiais. Eu, graças a Deus, não tenho o que reclamar da escola, mas é como eu disse no meu desabafo: "meu filho infelismente não consegue copiar a matéria toda do quadro, devido ao comprometimento motor do qual ele tem, mas ele consegue ler dentro do limite dele." Ele tem dificuldade pelo problema que afetou até a fala.

Tábata Marques: Vimos uma publicação sua afirmando ter ocorrido tudo bem:

"BOA TARDE GALERA! DEVIDO AO DESABAFO QUE POSTEI NA SEGUNDA-FEIRA, DIA 04/11/2013 EM REDE SOCIAL, VENHO INFORMAR A TODOS QUE INTERESSAR QUE ESTIVE EM REUNIÃO COM A DIREÇÃO DA ESCOLA, HOJE DIA 06/11 ÁS 09:00 ,ONDE TODO MAL ENTENDIDO FOI ESCLARECIDO, E QUE A ESCOLA ESTÁ E SEMPRE ESTARÁ DE PORTAS ABERTAS PARA RECEBER NÓS PAIS E QUEM QUER QUE SEJA PARA TIRAR DÚVIDAS SOBRE QUALQUER ASSUNTO QUE POSSA SURGIR, ONDE TAMBÉM FOI DITO POR PARTE DA DIREÇÃO QUE ELES JÁ ESTÃO TOMANDO PROVIDÊNCIAS CABÍVEIS PARA MELHOR ATENDER A TODAS AS CRIANÇAS DA ESCOLA E COM PLANEJAMENTO DE ADAPTAÇÃO PARA MELHOR ATENDER NOSSAS CRIANÇAS ESPECIAIS, NO MAIS PEÇO DESCULPAS A QUEM DE ALGUMA FORMA OFENDI E AGRADEÇO AO APOIO DE TODOS!!! BOA TARDE!!"

Tábata Marques: Como foi essa reunião?
Mãe: Sim, depois daquela repercussão de segunda, eles me chamaram numa reunião. Se sentiram acuados, alegaram que o ocorrido pegou muito mal pra escola. Mas tive resposta rapidinho. Estava cansada do joquinho de peteca deles, pediram desculpas, mas sempre ressaltando a toda hora que eu deveria retirar o desabafo da internet. Na Apae, não tem nada disso. É incrível a dificuldade que você vê eles enfrentando pra continuar atendendo e o carinho que eles tem com nós pais e crianças.

Tábata Marques: Seu filho está com quantos anos hoje?
Mãe: Hoje ele esta com 13 anos. Ele começou a frequentar a APAE com 8 meses. Eu que atrasei com ele, porque lá na apae ele começou a frequentar uma individual com 5 anos e veio pra escola regular com seis anos.

Tábata Marques: Qual a deficiência dele?
Mãe: Ele era gêmeo com outro menino que estava desenvolvendo menos que ele durante a gravidez, mas minha cesárea estava marcada para o dia 16 de setembro. Então tiveram que tirar os dois dia 6 de setembro, porque uma das criança havia morrido. Aí eu tive uma pre-eclâmpsia e ele teve uma paralisia cerebral moderada. Onde ficou com atraso na coordenação motora.

Tábata Marques: E ele se adaptou bem na escola, com os alunos?
Mãe: Graças a Deus! Quando ele começou no primeiro período, tinha uma criança que não ficava nem no chão se visse ele. Era muito constrangedor. Eu cheguei até comentar com a diretora que iria tirar ele da escola. Ela falou: "nada disso, as outras crianças adoram ele". Pois vc sabe que a mãe do menino acabou tirando ele da escola e se mudando pra outra cidade?!

Tábata Marques: A senhora trabalha em que?
Mãe: Eu não trabalho, só faço alguns artesanatos.

Tábata Marques: O que você acha do assistencialismo oferecido pelo governo, como o bolsa família? É importante?
Mãe: Eu sinceramente acho importante quando a família realmente necessita.

Tábata Marques: A senhora acha que o PT merece ganhar de novo?
Mãe: Pra te ser sincera, eu acho que com o PT melhorou muita coisa pra população.

Tábata Marques: A senhora acha que o PT merece ganhar de novo, mesmo sabendo que é este governo quem está planejando fechar as APAES?
Mãe: Eu nem sabia que eram eles, se for assim, é claro que não!!!

Tábata Marques: Muita gente não sabe. Porque infelizmente a TV aberta não divulga isso. A repercussão foi tão grande que agora eles desmentem. Do mesmo jeito que aconteceu com vc na escola, eles vetaram um direito seu, e depois de tanta repercussão negativa, voltaram atrás. Ou encobriram com uma mentira favorável para dar continuidade ao projeto. O que acha?
Mãe: Uma coisa que gostaria de entender é que eles falam em fechar as Apaes, na verdade a APAE só funciona mesmo pela força de vontade dos terapeutas e diretores, porque infelizmente não possui equipamentos adequados para atender nossas crianças.

Tábata Marques: Vou lhe apresentar uma nota, verídica que circula pelos meios jornalísticos:
"Isso se deve ao Plano Nacional da Educação (PNE), do Ministério da Educação (MEC), que propôs um projeto de lei que prevê o fechamento das Apaes em 2018. O objetivo é incluir todos os alunos especiais no dia a dia das escolas públicas, sendo então, cortada os 20% de contribuição governamental para estas instituições.

O relator do projeto é o senador José Pimentel(PT) que modificou a redação da meta 4, e pediu essa inclusão. O projeto já foi aprovado pela Câmara Federal dos deputados e aguarda uma votação do Senado Federal, que deverá ser feita ainda neste mês."





Tábata Marques: O que acha?
Mãe: É praticamente uma vergonha a quantidade de dinheiro que rola em programa de TV, como campanhas da AACD e nossas Apaes, tão pobres.

Tábata Marques: A senhora entende porque eu vi uma contradição quando se disse insatisfeita com o fechamento da Apae e diz que o PT ajudou muita gente? Eles mentem, descaradamente, e omitem em rede nacional o que fazem.
Mãe: Se nós mães não brigarmos, vai ter uma porção de crianças especiais dentro de casa porque na escola não tem professor nem profissionais capacitados pra acolher essas crianças na escola.

Tábata Marques: Bom, obrigado pela entrevista, isso servirá de exemplo para outras mães e outros cidadãos brasileiros que estão alienados quanto ao nosso governo atual.
Mãe: Ainda bem que tive o prazer de te conhecer e vou ter o prazer de saber mais sobre o PT. Obrigada pelas informações e se Deus quiser vamos sim nos conhecer e lutarmos juntas pelo direito do cidadão de bem. Obrigado.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

4 de novembro de 1969

Preso em 1964 por agentes do DOPS, reza a lenda que Carlos Marighella, 52 anos, enfrentou sozinho e desarmado ao menos 14 policiais, todos mais jovens que ele. Sendo que, estava, Marighella ferido por um tiro disparado à queima-roupa em seu peito. Trata-se de mais uma das falácias que a esquerda tenta empurrar sobre um homem que perdeu todas as batalhas que travou na vida. O baiano Carlos Marighella foi a mistura de um italiano com uma negra, filha de escravos. 
   Desde os anos 30 a causa comunista fez-lhe a cabeça e ao mesmo tempo, escrevia poemas. Ninguém os lia, quando, enfim, foi lido e a resposta da crítica foi imediata: a prisão. Solto, não tardou a ser preso novamente, dessa vez pelo Estado Novo de Getúlio Vargas, soube então, o que era a tortura. Caiu em 1939 mais uma vez nas mãos do Estado. Era dos líderes comunistas, um dos mais experimentados e, ainda assim, fora preso pela 3ª vez em 7 anos. Se ele era o bom deles, imaginem ai a competência dos que eram bons. Era na mão dessa canalhada que teria ficado o Brasil, caso Marighella e Prestes tivessem triunfado algum dia. Mas, assim como o mito de Luiz Carlos Prestes sobrevivia a cada queda sua, a cada derrota, sobrevivia o mito do baiano viril e amigo do povo. 
   Serve o mito a mística do homem de esquerda disposto a sacrificar a própria vida e a de seus amigos e familiares em nome da causa. Serve a mentira aos derrotados. Marighella era um perdedor. Quando o mundo comunista assistia a denuncia stalinista, Marighella se fez de rogado, seguiu seu pensamento esquerdista, foi expulso do PCB pelo seu ex-chefe, Prestes, caiu na clandestinidade de vez e passou a ser o que verdadeiramente sempre foi: o agitador barato de uma luta perdida, em nome de um mote assassino, o comunismo. Não se sabe quantos, ou se matou alguém. Pode ter sido um radical só de boca. Pouco provável, mas possível. Sua biografia não é reveladora nessa questão - O premiado documentário que leva seu nome tão pouco. 
   Os registros militares da época nada revelam. O homem assinou "Por que resisti a prisão" - uma aclamação a si próprio - "Algumas questões sobre a guerrilha no Brasil" - uma ode a Che Guevara e o "Mini manual do guerrilheiro urbano" - uma ode ao assassinato (...) 
"Aqueles que vão à polícia por sua própria vontade fazer denúncias e acusações, aqueles que suprem a polícia com pistas e informações e apontam a gente, também devem ser executados quando são pegos pela guerrilha." ou "O objeto principal da tática de emboscada é de capturar as armas e castigá-los com a morte.
Nota-se que era um camarada da melhor qualidade. Sem dar tantas voltas assim, a vida de Marighella foi extinta graças à delação de companheiros de ideologia, frades dominicanos a quem, ou devotou confiança excessiva ou fez de caminho para a morte anunciada. Num 4 de novembro de 1969, que na última segunda-feira fez 44 anos, foi morto pelas mãos do delegado Sergio Fleury, figura malquista até mesmo entre seus pares. Na Alameda Casa Branca, São Paulo, dois sujeitos que abastardaram ideologias para perpetrarem o crime, se encontraram. Nesse encontro, Marighella deixou de ser um protótipo de sociopata para ser a história de rodapé dos anos 60. Perdeu pela última vez.
Por: Gabriel Amaral 

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

Educação e Cultura.


Qual a opinião do Partido da Direita Nacional em relação a educação e a cultura regional?

"Seria interessante uma nova estrutura escolar para que alunos possam ser diferenciados, ou seja, trabalhar melhor em cima daqueles com mais dificuldades, valorizando os mais engajados ou interessados." Tábata Marques

"O Brasil é um país imenso, logo é natural termos várias culturas regionais. Não vemos problema nenhum nisso e nem necessidade de políticas específicas. A política com relação a cultura deve ser tratada de uma maneira mais ampla, no sentido de dar acesso aos brasileiros a alta cultura, as artes, as bibliotecas. De maneira que possam se enriquecer culturalmente. Não há incongruência em manter a cultura tradicional do interior e dar oportunidades para que as pessoas que lá vivem, possam conhecer Bach, por exemplo. 
Como conservadores que somos, defendemos nossa brasilidade ante as influências estrangeiras, como a substituição da nossa língua por um arremedo de inglês. Isso deve ser feito fortalecendo o papel da escola na vida das pessoas, sem cotas e sem imposição. Infelizmente o que temos observado nos últimos anos é que os governos e as universidades tem tratado a cultura como algo mambembe. Só é cultura popular se for bater tambor, ter cabelo rastafári, se vestir de hippie e produzir aqueles artesanatos naturais. A nossa verdadeira cultura vai se perdendo em detrimento de uma pseudo cultura nacional. O Brasil é multiétnico, não foram só os africanos que contribuíram para a nossa formação cultural. Vemos que nossa gente, simplesmente não tem oportunidades de conhecer outras coisas que também fazem parte da nossa cultura. Por isso somos contra regionalismos que desagregam o nosso povo e os colocam em "comunidades". Somos um país continente e povo com uma cultura muito rica que deve ser conhecida em todas as suas nuances." Gustavo Müller
Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Forças Armadas

As forças armadas quando começaram a ganhar uma conformação regular, permanente, elas foram imaginadas com o objetivo de constituírem em um instrumento a disposição da sociedade, da nação, e não do Governo ou do Estado, com o propósito de inviabilizar conflitos armados, guerras, na medida que uma determinada nação dispõe de forças armadas devidamente constituídas, organizadas em caráter permanente e regular, capacitadas a desenvolver uma atividade com competência, possíveis interessados em se conflitar com essa nação terão que pensar um pouco mais pois correriam o risco de sofrer um revés, e assim as forças armadas ganharam inicialmente um objetivo claro de caráter dissuasório, e cabe ao Estado por intermédio do grupo político que detém o poder, trabalhar no sentido de que historicamente a suas forças armadas se mantenham instrumento eficaz de dissuadir qualquer tipo de nação vizinha ou com interesses conflitantes e encaminhar a discussão para o âmbito bélico na medida em que a possibilidade de sucesso desse possível interessado perca a capacidade de dar resultados positivos.

Art. 142 da Constituição Federal diz que “As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem”.

O que tem se observado no Brasil nas últimas décadas é uma tendência progressiva de desvalorização das forças armadas com motivação da força política vigente que procuram desqualifica-las em razão de problemas históricos recentes vivenciados pela sociedade brasileira, uma clara manifestação de vingança despropositada para aqueles indivíduos que ocupam o poder da nação. Isso tem se manifestado através de redução orçamentária das forças armadas, exército, marinha e aeronáutica pelo amesquinhamento do salário pago a esses profissionais, com o intuito de desqualificar não só a instituição através da não preservação do seu potencial e materiais para sua manutenção como também a tentativa de desqualificar os profissionais que ocupam essas instituições na medida em que tem de “vender” pra sociedade que a contrapartida financeira decorrente desses espaços institucionais não sejam interessantes equiparados ao o que ocorre na sociedade como um todo. Essa realidade é extremamente preocupante, deveria ser motivo de debates bastante intensos, pois tem desdobramentos dos mais diversos, desde as relações internacionais como reflexos no contexto do desenvolvimento da história de uma nação internamente.

As forças armadas devem se constituir em um segmento neutro dentro de um contexto da sociedade no que tange a postura política da sociedade, não devem ter cor, nem um matiz, não devem se associar através dos interesses de seus integrantes e instituições, nem as classes dominantes, muito menos as classes menos favorecidas, qualquer uma dessas distorções de um lado ou do outro tende a permitir que as forças armadas interfiram de forma desinteressante na formação da nacionalidade ao longo do tempo. Um país que pretende acender uma posição de maior proeminência no cenário internacional não pode ter forças armadas completamente despreparadas para respaldar as posições que vão ser assumidas, a defesa do interesse que a nação vai propor em um contexto do cenário internacional, também não é possível imaginar a utilização das forças armadas politicamente pelos grupos que detém o poder.

O exemplo disso segue nos incisos dispostos no Art. 142 da Constituição Federal.
IV – ao militar são proibidas a sindicalização e a greve;
V – o militar, enquanto em serviço ativo, não pode estar filiado a partidos políticos.

Por: Fernando Schafer

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org
 

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Típica Eleitora do PT

"Assistindo o vídeo percebe-se que ela é a chamada idiota útil. Sequer sabe o que se passa no Brasil, inocente de tudo. Encontra-se dois tipos de esquerdistas: os inocentes como essa e aqueles que sabem os podres, sabem o que estão fazendo e são descaradamente aproveitadores. A veja usou ela muito bem para fazer essa entrevista, ela nem percebeu que foi usada para motivo de deboche. Dá pra perceber a gravidade da coisa, quando esta senhora a exemplo dos eleitores do PT afirma que não estudou, não gosta de estudar e acha que o Presidente da República não precisa de estudos...Só sabe o que passa na TV, odeia o Serra e nem sabe o motivo, as pessoas sofreram mesmo lavagem cerebral...típica massa de manobra, mas essa é a parte sem maldade, inocente, que acredita nas mentiras do PT." - Fernando Schafer

"Através do ponto fraco que os covardes se aproveitam." - Sérvio Silva
 "É de grande importância assistirmos uma entrevista como essa. Em vários momentos durante o vídeo, quis questioná-la, e achei absurdamente alienada algumas afirmações da entrevistada. Principalmente onde ela afirma que as coisas estão caras e o que ela recebe não dá pra muito, em seguida elogia o governo dizendo ser um governo muito bom, que ajuda muita gente." - Tábata Marques
"Massa de manobra de fácil condução, movida a bolsa e pouca escolaridade, parabéns PT." - Fernando Costa Ramos

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

Mão de obra Armada

Atualmente temos asfaltos esburacados, e quando recém "refeitos", possuem uma durabilidade extremamente limitada. Já se perguntaram o motivo desses asfaltos tão ruins? Uma vez que pagamos impostos para ter o carro, para trafegar com o carro e ainda para deixá-los estacionado, não é de se estranhar a qualidade de nossas rodovias? Encontramos ainda alguns trechos pedagiados onde pagamos para termos um asfalto relativamente decente. Este vídeo é um dos muitos encontrados na internet onde mostram que as engenharias do batalhão do EXÉRCITO BRASILEIRO fazem bem o trabalho no Estados Unidos, por que não se fazer o mesmo aqui? 


Será porque nosso Exército se encontra atualmente sucateado? Será pelo ódio interminável que o PT tem do nosso exército? Seria ainda como estuda-se em Direito, onde um professor, com mestrado em direito internacional pela faculdade de Lisboa em Portugal, diz, que a ONU tem um projeto de acabar com a policia militar e as forças armadas do mundo todo para constituir um exército mundial - não, isso não é teoria da conspiração. Se colocássemos nosso Exército para se encarregar de nossos asfaltos, celebraríamos um contrato oneroso de serviço, uma vez que ambas as partes lucrariam, o povo com asfaltos decentes e as forças armadas com seu enriquecimento e moral diante de sua nação, e não lá fora onde ela só é contratada por ser mais barata. Mas e o Governo? Ah o Governo....este não teria alegrias, até por isso, está escanteado as forças armadas deixando o exército brasileiro sucateado cada vez mais.
Por: Fernando Schafer

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org
 

domingo, 3 de novembro de 2013

DNB - A Nova Direita

Tratando com seriedade assuntos relacionados a política e a sociedade, estará automaticamente encaminhando seu projeto futuro de uma forma bem saudável. Ninguém, absolutamente ninguém, gosta de ser alvo de alguém. O respeito pelo próximo, é um valor, hoje, difícil de ser encontrado. Principalmente quando uma ideia é diferente da outra e começa-se assim uma discussão, isso mesmo, debate é raro.

Defendendo o livre mercado, o conservadorismo e o individualismo, oferecem-se melhores condições àqueles que estão abaixo da linha de pobreza, sendo em microcréditos ou em empreendedorismo. É a NOVA direita. O país precisa de cultura, de incentivo, de educação.. Tudo aquilo que se perdeu com a jornada petista.
 "Uma jornada que possui um único objetivo que é o aumento da participação do Estado de modo a garantir mais cargos de confiança e dinheiro para o Partido dos Trabalhadores que estão cada vez mais ricos e cuja preocupação com os pobres é apenas uma forma de enganar os mais ingênuos. O governo PT não está preocupado com os mais pobres, apenas está preocupado em suborná-los com um bolsa família miserável enquanto lhes nega educação, saúde, saneamento, etc, ao passo em que entrega o dinheiro arrecadado dos impostos para os ricos através do BNDES. Portanto, o PT não possui objetivo de ajudar os pobres, apenas de oferecer o mínimo para os deixar calados e assim permitir que o dinheiro dos brasileiros sejam entregues para os empresários que os ajudarão nas próximas campanhas políticas. Nós achamos que isso é muito pouco e não concordamos com esse populismo às custas dos mais humildes e necessitados. Para nós é necessário criar oportunidades através da educação e do empreendedorismo para que as pessoas possam crescer e melhorar sua qualidade de vida. Para nós o pobre precisa de saúde e educação de qualidade."
 Por:  Everaldo Wanderlei Uavniczak

Nada melhor que o incentivo a PENSAR e CRIAR. Cada um é CAPAZ, da sua forma, mas capaz. Somos diferentes, devemos aceitar isso de maneira positiva e usar a favor do crescimento de cada um.  

"PDN valoriza, e muito o conservadorismo da família tradicional e da Pátria."                                                                                               Presidente Nacional

 

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Inversão de Valores

Um estudante ao expor seus argumentos a respeito do governo que atualmente mantém-se no poder, percebeu uma certa reação contrária de seu colega aos fatos que mencionou, relativos aos seus pontos de vista que, nada mais são que ideias resultantes de uma análise e que se tornaram contrárias ao PT e ao socialismo, onde, historicamente nos mostra ser um sistema falido. Respondeu-lhe o companheiro de conversa: "Onde vc está lendo isso? Vc está completamente fora da realidade." Tal indignação afirma sua tese de que a lavagem cerebral fora realizada com louvor, concretizada e gera resultados extraordinários e esperados.

A crença de que a polícia é ruim, que o marginal estuprador não merece a prisão perpétua nem a pena de morte, e outros que comentem crimes hediondos não mereçam também uma pena severa, só lhe aumentaram a angústia de viver neste país. Onde afirma: "o dinheiro oferecido pelo governo serve de incentivo para jovens estudarem" - me desculpe mas acho que há maneiras mais educativas de manter o jovem na escola. Ouviu: "o porte de armas é uma loucura e o cidadão de bem que tem a casa invadida por marginais deve se calar e aceitar o estupro, o assalto e a morte resignados". Temos então a prova de que vivemos num país onde uma mãe não pode se assegurar da educação de seus filhos pela escola ou por si mesma, sendo que pouco a pouco lhe são retirados os poderes familiares. Onde as escolas públicas são precárias e mantém jovens em salas de aula sem professor, com a TV ligada, ouvindo funk, andando de skate e fazendo algazarras sem limites num ambiente onde deveria estar aprendendo algo para seu bem futuro e da sociedade da qual é membro.
     Mas é esse o bem futuro que vocês querem? Pessoas a toa esperando que o estado cumpra com as suas próprias obrigações pessoais acreditando dessa forma viver livre. Mas isso tem um preço. O Estado lhes compram e seduzem com migalhas, iludindo com mentiras doces, no intuito claro de obter poder total sobre os votos e vontades daqueles que estão submissos, até que estes não sejam mais necessários e se tornem empecilhos e sejam finalmente descartados. Abram os olhos e as mentes. Aquele que mais precisa de ajuda, certamente hoje, é o mais usado para a manutenção e aumento do poder vermelho.

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

Vândalos

É com total e absurda estranheza que assistimos, dia após dia, o ataque direto de diversos grupos a sociedade, com o apoio direto ou indireto - aquele que tem função de coibir, e não o faz, indiretamente apoia - de autoridades que acuadas ou beneficiadas pelos ditos "protestos", deixam de tomar as atitudes necessárias para conter os mais exaltados, sendo estes, ainda beneficiados pela mídia em geral, que apenas reprova ações pontuais, glorificando a massa descontrolada sempre com os mesmos dizeres: " Os vândalos são minoria".
      De certa forma até poderíamos concordar com a afirmação ostensivamente difundida de que "eles são do bem", "querem melhorar o país", ou de que a revolta é causada pela "truculência policial", se as cenas vistas quase que diariamente não mostrassem o contrário: são apenas "vândalos" que a partir das manifestações orquestradas em junho, da qual a massa se sentiu representada e que na verdade nada mais era que um jogo, onde o partido político esquerdista dominante, usando de sua influência, tinha como objetivo claro, esmorecer as bases dos executivos estaduais, galgando mais poder para si, numa eventual ajuda ou negociação federal e eliminando oponentes do cenário político num eventual confronto de forças de segurança do estado. O que de fato aconteceu.
      Todas as cenas de selvageria "policial" podem realmente ser discutidas, posto que as cenas vistas, não mostram a causa do evento, e é muito, muito fácil encontrar cenas de desafio, desacato ou mesmo agressão a tropa que a priori tem como objetivo assegurar que aqueles que participam ou não daquele movimento, tenham seus direitos, bens e vidas resguardados. O fato é que, muitos inocentes foram realmente feridos, mas, se uma tropa de 50, 100 homens é atacada por uma turba de 500,1.000 ou mais manifestantes o objetivo básico é debelar o ataque, e não há outra forma que lançando mão de armas - que são ditas não letais - mas que podem sim, ferir aquelas pessoas que inocentemente se envolveram e coincidentemente se encontram na vanguarda do ataque.
      Mulheres desmaiadas, homens feridos, jornalistas atingidos, são usados como pivô para novos confrontos, e com a mídia defendendo os atacantes, a policia se torna mais acuada, aumentando a agressividade desses grupos, que agora, pela força que lhes é dada, angariam mais voluntários de "coragem", aumentando o caos e a desordem pública. Perguntemos:
"Isso é bom para quem? A sociedade compactua com a avalanche de violência em prol de algo que nem ao menos os grupos tem certeza de querer? Desde quando homens públicos viraram reféns dos meios de comunicação, tomando atitudes, não em favor do bem estar do povo, mas do que dirão os jornalistas? Desde quando jornalistas e artistas se tornaram referência da vontade da população?"
    Enquanto mais poderes são outorgados a profissionais dos meios, mais refém ficam os governantes, que, de um lado livram grupos hostis a pressão do estado e por outro cerceia o homem de bem com todas as formas que lhe seja possível usar. Nessa mão, os jovens assimilam subliminarmente que somente se é respeitado e ouvido pelo uso da violência e pela imposição de sua vontade sobre os outros e nisso se agrupam ainda mais nos variados grupos com objetivos diversos que tem em comum apenas uma coisa: o meio.
      Se o estado esmorece, em breve surgirão novos grupos com o intuito de eliminar os primeiros - em prol da ordem - e assim o caos estará realmente instalado surgindo entre a massa a necessidade de um líder forte, que use da força sem medo e imponha a lei, quem está no fundo do poço, não desdenha da mão salvadora e portanto, qualquer candidato a ditador, será aclamado e reverenciado, sendo qualquer medida aceita para que se restaure a ordem.

 
















Por: Alanderson Carvalho

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Foi bom enquanto durou?

Pegue um cidadão comum na rua e lhe pergunte: "O que é comunismo?"
Ele responderá: "É ter tudo “em comum”, tudo o que é meu é seu, não há patrões nem empregados, o Estado controla tudo o que você precisa, é o paraíso." - poderíamos completar esta frase: é o paraíso dos vagabundos - porem, não necessariamente, pois grande parte dos que caem no engodo da esquerda são trabalhadores que aderem a um sonho, não de vida improdutiva, mas de equalização do produto criado. Posso afirmar, a prática é o espelho da realidade. Ações concretas me dizem se algo é mau ou bom.

  Há pessoas que admiro muito, porém, suas inteligências estão moldadas em uma atmosfera “esquerdada”, pérolas como chamar o Lula de “seu” Lula revelam a sua Inocência mental! - Sempre questiono se a ditadura foi algo bom , e sempre ouço: - "sim , pois vagabundo não podia fumar maconha na rua!"
Como pode das mesmas pessoas “saírem” coisas como: "O Dr Enéas era um grande homem" , e no mesmo minuto dizer que “Na China não tem marginalidade, as pessoas são livres”?  Isso é falta de informação. Qual ser humano que em sã consciência apoiaria um regime que, na prática, foi o maior genocida da história de todos os tempos? Nenhum certamente!
Diante disto, como admitir que alguém possa ser indiferente com relação ao comunismo? Não cabe indiferença onde as partes são tão distintas! O Lado esquerdo vem enganando descaradamente o povo brasileiro, dizendo: "Temos a solução do mundo , junte-se à nós!"

Enquanto na verdade o que querem é a obtenção de todo o poder para te dizer o que comer , o que fazer , que religião seguir.
Segundo a mente socialista, a consequência natural para “manusear ” a desigualdade, é estar acima do poderoso e do pobre , do bem e do mal, enquanto o povo se movimenta conforme sua dança. Do outro lado está a direita , que no Brasil ainda não existe na prática. Ela está apenas nos corações de quem clama por justiça, pois a esquerda clama por justiça sim, mas para eles somente!
Está no coração de quem clama por igualdade, sim! A igualdade que nos possibilita trabalhar para obtermos nossos bens, a igualdade que nos possibilita termos uma empresa própria. A igualdade, que um negro tenha a possibilidade de ingressar em uma universidade por mérito como qualquer outro cidadão esforçado.
Enquanto a esquerda prega a igualdade das impossibilidades, onde um casal hétero é igual a um casal homossexual. Podem duas pessoas do mesmo sexo naturalmente gerar filhos? Sem mais delongas, e direita está no coração de quem olha para a política, e vê que algo está errado e precisa ser estudado e posto em prática. Como pode as “promessas” de super-heróis como Lula e Dilma se tornarem realidades tão pútridas? Quisera eu poder incutir algo na mente de pessoas tão inocentes que estão vivendo em um estado de tamanha dormência. Mas não posso! Minha esperança é que o tombo que o Brasil levará, acabe acordando algumas dessas pessoas, ai sim, o processo será iniciado...

Por: Douglas Manoel

Filie-se ao DNB - Sem Ordem não há progresso.

Solicite sua ficha fundador pelo e-mail: partidodireitanacional@gmail.com

Em breve no site: www.direitanacional.org